• Igor Eduardo

Rompendo padrões de resistência que paralisam sua vida com a deusa Hela:

Passamos por um período de mudanças bem significativas para muitos após a temporada dos eclipses. Alguns trocaram de profissão, descobriram uma nova aptidão e decidiu investir nisso ou até romperam relações que estavam meio balançadas. Encarar um novo ciclo pode trazer algumas incertezas e dúvidas, principalmente acerca da sua própria capacidade em encarar esta nova fase.

Talvez você esteja adiando algum compromisso ou dar aquele ponta pé inicial para iniciar seu projeto de vida pois não acha que é o momento, ou sempre surge algo ‘’mais importante’’ e você acaba adiando aquilo que vai te trazer felicidade. Seja o curso que sempre pensa em se matricular, mas deixa pra depois, ou aquele livro que você quer tanto escrever, porém ‘’nunca tem tempo’’. Isso tudo são padrões negativos de resistência que alimentamos em nosso inconsciente e se manifestam diariamente para impedir a nossa evolução e conquista de objetivos pessoais.

Enquanto você ficar sentado esperando o momento ideal para começar aquilo que sabe que vai satisfazer a sua existência, sinto em lhe dizer: você morrerá na espera. Sempre vai haver algum planeta retrógrado e você terá que deixar para quando ele voltar ao normal, ou a lua não estará em seu curso natural naquele momento e então é melhor realmente não começar nada naquele dia e aí você adia seu compromisso bem na data que Vênus se opôs a Mercúrio, e aí ferrou, é um sinal dos deuses de que não era o momento mesmo.

Não estou dizendo que astrologia não influencia, porém para uma mente autosabotadora tudo será motivo para deixar pra depois. Tivemos uma lunação em Capricórnio e aí você ter sido bombardeado de algumas ideias para pôr em prática e desenvolver seu lado pessoal e profissional. E para ajudar a romper padrões que poderão impedir de executar seus insights, podemos recorrer a deusa Hela, a regente de Helheim (submundo nórdico).

Erroneamente Hela é associada ao inferno, diabo, demônios, mas isto é culpa da influência cristã que destorceu o significado de seu nome. Hel quer dizer ‘’aquela que esconde’’, pois seu reino, onde ficam as almas dos que morreram por morte natural e doenças, é rodeado por nove círculos. Helheim simboliza o profundo de nosso inconsciente: a fonte dos medos, inseguranças, incertezas, fobias, traumas e os padrões negativos de resistência contra a nossa própria felicidade.

Vamos ritualizar com Hela visitando esse local de sombras para transmutar estes padrões e viver de acordo com nosso propósito. Pois bem você vai precisar de:

-1 vela preta

-1 imagem de cobra (pode ser impresso / não pode estar enrolada)

-1 ônix ou turmalina negra

-1 incenso de arruda, guiné ou sete servas

-1 imagem do elmo do terror. (link no final do texto)

O melhor dia da semana para este ritual é no sábado, devido a influência de Saturno, o planeta das limpezas.

Como prosseguir:

Verifique se há por perto um pires, isqueiro e um suporte para segurar o incenso. Sente-se em posição confortável, feche os olhos e faça três respirações profundas pelo nariz, soltando o ar pela boca. Visualize um círculo de proteção formando-se ao seu redor no sentido horário. Sinta-se segura (o), protegida (o).


Faça conexão com os quatro elementos presentes em seu corpo: o sangue em suas veias como elemento água, o calor no seu corpo representando o fogo, sua pele e seus ossos como representação da terra e o elemento ar que entra e sai por seus pulmões. Abra os olhos lentamente e pegue a vela.

Desenhe na lateral, com sua unha ou algum palitinho, o símbolo de Hagalaz (ᚺ - atenção ao símbolo, parece um''H'' com o traço do meio caído para a direita). Acenda e fixe no pratinho. Posicione a Ônix ou Turmalina em sua frente e por cima do elmo do terror e colocando as mãos sobre o cristal peça que lhe forneça proteção durante sua jornada. Feche os olhos novamente, concentre-se em sua respiração por alguns instantes e visualize um portal se abrindo na sua frente. Passe por ele e saia numa longa trilha repleta de árvores grandes, estrondosas onde o único caminho possível é o qual você está percorrendo. O ambiente é meio úmido, e há tanta vegetação que a luz do sol quase não penetra na trilha. Você continua caminhando até se deparar com um grande portão de ferro escuro, que quando você se aproxima se abre lentamente. Você entra em um grande salão, repleto de neblina e pouca iluminação. Mais a frente, uma figura feminina, um pouco pálida, que te passa confiança, porém temor e respeito, se apresenta com um grande espelho. Você nada diz, ela apenas aponta para o seu reflexo e quando você observa mais atentamente percebe que na verdade está vendo o seu eu realizado, completo, vivendo de acordo com aquilo que você tanto deseja. Veja como é possível conquistar seus objetivos. A imagem do espelho some e de repente começam a aparecer todos os momentos que você se deixou ser levado pela autossabotagem, ou então você começara a perceber como ela vem te prejudicando no seu dia a dia. Quando estiver preparado, faça uma reverencia com a cabeça a essa figura feminina que se apresenta a você e retorne para grande portão de ferro. Atravesse-o retornando para a trilha e caminhe por ela até um grande portal que se apresenta diante de ti. Passe por ele e sinta retornando para seu corpo de forma suave. Mexa os dedos dos pés, das mãos e abra os olhos lentamente.

Agora coloque suas mãos ao lado da vela e de forma audível peça que todos esses padrões que você visualizou ou sentiu sejam eliminados de seu inconsciente. Agora posicione as mãos sob a imagem da cobra e peça que a prudência e a perspicácia deste animal sagrado se faça presente em sua vida de modo que você consiga entender quando sua mente está tentando lhe pregar peças para procrastinar.

Acenda o incenso em forma de agradecimento, feche os olhos e visualize o círculo de proteção se desfazendo agora no sentido anti-horário. Deixe a vela queimar até o fim e descarte o que sobrar na natureza. A imagem da cobra você pode queimar e descartar junto a vela ou então guardar num local protegido que não será visto e nem mexido por outros. Já o cristal, carregue consigo como forma de proteção ou descarte na natureza se sentir.

Após o ritual tome uma atitude para iniciar aquilo que você tanto quer, mas sempre inventa uma desculpa. Lembre-se não adianta fazer magia e esperar cair do céu. Igor Gabriel - @omagomistico -Elmo do terror: https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%86gishj%C3%A1lmr



37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo